Holocracia – o fenômeno dos coletivos

Assim como muitas organizações coletivas que florescem atualmente, os coletivos povoam centros urbanos, trazendo novas perspectivas para a criatividade.  Pode parecer um fenômeno recente, talvez surgido com as manifestações culturais das décadas de 60 e 70, mas a...
LEIA MAIS

Por que gostamos tanto de listas?

EM VEZ DE PROCURAR INFORMAÇÃO, PROCURAMOS OPINIÃO   Muita gente, informação, ruído, produto, propaganda, novidade. Não é à toa que ultimamente vemos listas de tudo. A ansiedade de filtrar, o alívio de estar seguro com uma informação mastigada e organizada. Esse é...
LEIA MAIS

Contar uma história muda com a história

AS NARRATIVAS DÃO SENTIDO ÀS NOSSAS VIDAS   Um homem do neolítico, esbaforido, pula pedras e arbustos com grande agilidade. Entre folhas e pedregulhos, foge de uma besta imensa, quase dez vezes maior que ele. Quando se esconde em uma rocha elevada, avalia sua...
LEIA MAIS

Economia bastarda (Parte II)

(Leia primeiro a Parte I) Que fazer, já que estamos esgotando todos os recursos (sem trocadilhos)? É importante dizer que o novo paradigma não virá através de uma intervenção como a que fez, por exemplo, Richard Nixon na década de 1970, quando desvinculou o dólar do...
LEIA MAIS

Inovação não é novidade

O QUE ESTÁ POR TRÁS DESSA PALAVRA QUE ENCONTRAMOS EM PESQUISAS CIENTÍFICAS TANTO QUANTO EM PLACAS NA RUA?   Finalmente parece que inovação é a palavra da vez. Mas é claro, sendo assim pela força do mercado e...
LEIA MAIS

O futuro da música é o passado

PELA PRIMEIRA VEZ EM 100 ANOS O ARTISTA TEM A CHANCE DE TOMAR AS RÉDEAS DO MERCADO DA MÚSICA   Na virada do milênio, um palpite bateu à porta de Shawn Fanning e ele criou o Napster. Usando tecnologias de rede, o aplicativo fazia algo tão simples, mas tão simples...
LEIA MAIS

Bonitinha e ordinária: a velha pedra no sapato do Design

Aponte para um carro bonito e pergunte a qualquer pessoa na rua o que ela gosta mais naquele carro. "O design", provavelmente será a resposta. Em boa parte do mundo, o Design é reconhecido apenas por sua vertente, digamos, mais aparente. Seja um objeto ou um cartaz,...
LEIA MAIS

Design da Paranóia: as imagens do coletivo

No século XVI, Giordano Bruno ampliou a teoria de Nicolau Copérnico de que a Terra não era o centro do universo, como pregava a Igreja Católica. Essa era uma mudança tão grande de paradigma que séculos se passaram até que suas ideias fossem, finalmente, aceitas. Foram...
LEIA MAIS

Criar é muito simples

O ATO DE CRIAR NÃO É NECESSARIAMENTE O DE FAZER ALGO INÉDITO. A criatividade é um assunto paradoxal. Muito se fala sobre a inovação e o novo, mas também sobre como as melhores ideias nascem do óbvio e “por quê ninguém pensou nisso antes?”.   Ser criativo é uma...
LEIA MAIS

5perguntas / Alex Bretas e o multiverso da aprendizagem

Não há como negar as turbulências por que passa a Educação atualmente, espremida entre novas lógicas de acesso à informação e questionamentos sobre formatos e processos. É claro que em um ambiente de turbulências as pessoas buscam alternativas. É nesse contexto que...
LEIA MAIS

Só empatia não é suficiente (mas é um bom começo)

A EMPATIA TEM ALGUMAS CARACTERÍSTICAS INFELIZES – É PAROQUIAL, TACANHA E ANALFABETA FUNCIONAL. Paul Bloom   Conforme o pensamento do Design ganha relevância, também entram em cena termos e conceitos que são usados pelos designers para atuar de forma centrada no...
LEIA MAIS

Ocupe o presente

É MUITO MAIS FÁCIL IMAGINAR O FIM DO MUNDO QUE IMAGINAR O FIM DA ORDEM ATUAL Michael Hardt Quais os sintomas de uma nova ordem? Sabemos o suficiente sobre os processos históricos para saber se estamos à beira de uma nova ordem, uma revolução? Certamente teríamos...
LEIA MAIS

5perguntas / José Michel – o movimento Maker

José Michel é engenheiro civil e pioneiro do chamado movimento Maker no Brasil. Há muitos anos acostumado com as agruras de se criar inovações industriais por aqui, Michel usou suas experiências nos anos de projetos especiais para se dedicar aos projetos pessoais...
LEIA MAIS

5perguntas / Mario Kaphan Holocracia, a experiência do Vagas.com

SEM UM "MINDSET" DE DESAPEGO, A CULTURA NÃO SERÁ HORIZONTAL: ELA CONTINUARÁ SENDO DOMINADA PELO EGO Mario Kaphan    Apesar de levar o nome de gestão horizontal, onde a maioria dos funcionários de uma empresa tem cargos equivalentes, no caso da empresa brasileira...
LEIA MAIS

Designers projetam para o que não importa

DESIGN É A CAPACIDADE DE MODIFICAR OS AMBIENTES PARA SATISFAZER NECESSIDADES E CRIAR SIGNIFICADO John Haskins   Se essa definição do design estiver próxima da correta, então estivemos fazendo um péssimo trabalho nos últimos 100 anos, pelo menos. Em todos os aspectos....
LEIA MAIS

Você nunca vai sair da média e não tem nada de errado com isso

VIVEMOS NO MUNDO DO MEIO   Vemos todos os dias listas e conselhos incríveis para sair da média, destacar-se profissionalmente ou criar coisas que sejam fantásticas. O medo quase instintivo de se tornar uma pessoa mediana é um sintoma de uma sociedade acelerada....
LEIA MAIS

Cada um por si: o que será das agências de comunicação e marketing?

Em um momento em que agências ainda chamam seus clientes de anunciantes, e, no entanto, a própria mídia de massa, que leva os anúncios ao consumidor final, está começando a repensar seu modelo de negócio, voltar às raízes é uma forma de ter referência histórica....
LEIA MAIS

Criatividade é 99% transpiração. Será?

Dentre os diversos ditos populares sobre a criatividade, um dos mais instigantes, daqueles que supostamente têm o dever de confrontar nossas opiniões (se é que um "dito popular" pode fazer isso), aquele que diz assim: "Criatividade é 1% inspiração e 99% transpiração"....
LEIA MAIS

Arte: onde estão os marginais?

Tem sempre alguns poucos dizendo aos outros tantos quais são as normas. Acontece nos condomínios e repartições públicas tanto quanto na ciência, ou veja só, na arte. É um fenômeno social que acontece em muitas áreas. Conforme o tempo passa, um determinado segmento se...
LEIA MAIS

Paranóia do autoconsumo

ENTRAMOS NESSE CICLO PERDIDO EM PETABYTES DE DADOS, CONSUMINDO A NÓS MESMOS EM FORMA DE PEDAÇOS DE AUTOAFIRMAÇÃO EM QUE NOSSOS AMIGOS DÃO UM “LIKE”. A paranóia surge como uma parasita de muitas bocas. Mas duas são bem visíveis e são, também, dois terminais da rede...
LEIA MAIS

Criatividade é um trabalho coletivo?

É POSSÍVEL PARA A MULTIDÃO CRIAR ALGO DE QUALIDADE?   A multidão de dados e de participantes já é realidade. Com novas tecnologias de inter-conexão e redes de informação, crescem as possibilidades para o uso dessa multidão como fonte de multidados. O termo...
LEIA MAIS

Os mitos que ajudam a entender a nossa época (Parte II)

Esse texto é a sequência da Parte I 4. Expurgo humano Pois bem, finalmente podemos dizer com base científica que o ser humano está esgotando o planeta. Esse fato veio a tona de forma muito sutil e simbólica – à parte guerras, poluição, pobreza e doença – escondido...
LEIA MAIS

Criatividade ocupa espaço

COMO CONSTRUIR UM LUGAR QUE ESTIMULE A CRIATIVIDADE?   Não é de hoje que o local de trabalho de artistas e pessoas consideradas criativas causa fascínio. Todos pensam encontrar nesses lugares algo que os empreste o que admiram em seus donos. Ou talvez queiram ser...
LEIA MAIS

Muitos conhecem a pergunta, todos têm medo da resposta

Uma pergunta sorrateira vêm roçando a nuca de pessoas e empresas há alguns anos. Uma pergunta simples, sem subterfúgios, que diz respeito ao modo como todos trabalham hoje, e também tem relação com aqueles lugares míticos onde trabalhar é ótimo, onde tudo é criativo,...
LEIA MAIS

O potencial da multidão está em encontrar cada ponto

Análise de Redes Sociais: é o estudo e compreensão de estruturas representativas de ligações abstratas e concretas entre algo(s), alguma(s) coisa(s) ou alguém(uns/umas). É uma ciência recente. Muitas descobertas das últimas décadas estão mudando a forma como...
LEIA MAIS

Os mistérios da proporção que rege a vida e a evolução

AO OLHARMOS PARA QUALQUER PESSOA, ELA ESTÁ LA: EM NOSSA PRÓPRIA CONSTITUIÇÃO   Quando mergulhamos mais e mais na complexidade que nós mesmos criamos – e retro-alimentamos – caímos rapidamente em um paradoxo: essa complexidade está sendo criada ou já existia e...
LEIA MAIS

Apenas começamos a alimentar nossa realidade

VIVEMOS EM UM PROGRAMA DE COMPUTADOR? SE NÃO, QUANTO TEMPO ATÉ ISSO SE TORNAR REALIDADE?   Há alguns milhares de anos, o ser humano começou a moldar o ambiente e fazer uso de objetos para ganhar vantagem evolutiva. Chamamos isso de tecnologia. Os objetos e...
LEIA MAIS

Uma ideia na mão é melhor que duas na cabeça

  Em design, uma das etapas mais importantes é a prototipagem. O significado da palavra, de origem grega, é algo como “primeira impressão” ou “primeira marca” (protós / typos). É o primeiro modelo de algo serve para dar substância às qualidades – boas ou ruins –...
LEIA MAIS

Educar ou aprender?

QUESTIONAR A EDUCAÇÃO É QUESTIONAR A SI MESMO   Na trilha dos novos questionamentos sobre a educação, documentários e artigos, muitos deles independentes, têm levantado o sinal de alerta no Brasil. Ainda que tardiamente, esses questionadores foram incitados por...
LEIA MAIS

O complexo sabor da mudança

Nada permanece. Essa máxima faz refletir sobre a insconstância das coisas, mesmo aquelas que consideramos nunca mudar. De fato, quando pensamos a respeito, até mesmo uma rocha está em mutação. Tudo depende da perspectiva: para a rocha, o tempo tem outro impacto (em...
LEIA MAIS

CRIATIVIDADE PARA TODOS

Uma curadoria online de ferramentas para todo tipo de criatividade!

CONHEÇA

Ocupe o presente

É MUITO MAIS FÁCIL IMAGINAR O FIM DO MUNDO QUE IMAGINAR O FIM DA ORDEM ATUAL Michael Hardt Quais os sintomas de uma nova ordem? Sabemos o suficiente sobre os processos históricos para saber se estamos à beira de uma nova ordem, uma revolução? Certamente teríamos...

ler mais

Criatividade ocupa espaço

COMO CONSTRUIR UM LUGAR QUE ESTIMULE A CRIATIVIDADE?   Não é de hoje que o local de trabalho de artistas e pessoas consideradas criativas causa fascínio. Todos pensam encontrar nesses lugares algo que os empreste o que admiram em seus donos. Ou talvez queiram ser...

ler mais

O futuro da música é o passado

PELA PRIMEIRA VEZ EM 100 ANOS O ARTISTA TEM A CHANCE DE TOMAR AS RÉDEAS DO MERCADO DA MÚSICA   Na virada do milênio, um palpite bateu à porta de Shawn Fanning e ele criou o Napster. Usando tecnologias de rede, o aplicativo fazia algo tão simples, mas tão simples...

ler mais

Por que gostamos tanto de listas?

EM VEZ DE PROCURAR INFORMAÇÃO, PROCURAMOS OPINIÃO   Muita gente, informação, ruído, produto, propaganda, novidade. Não é à toa que ultimamente vemos listas de tudo. A ansiedade de filtrar, o alívio de estar seguro com uma informação mastigada e organizada. Esse é...

ler mais

Existe algo além da cortina de dados

VER MAIS DO QUE SALTA AOS OLHOS VAI SER O PRÓXIMO DESAFIO DA ERA DA INFORMAÇÃO   Não é possível mensurar a importância da visualização de dados para a humanidade, mas dá pra dizer que foi enorme. A criação dos primeiros mapas e sistemas de ordenação de estoque...

ler mais

Saiba mais sobre inovação&criatividade.

Nunca mandamos spam. Abominamos spam. Aliás, se lembrarmos de enviar alguma coisa, deve ser algo muito, mas muito bom mesmo!

Inscrito com sucesso!