Rarefeito

Rarefeito

Annalium Novi é uma experiência de narrativa em forma de ficção sobre o novo onde histórias trazem as perspectivas e as transformações que algo novo provoca.   Abriu os olhos pela primeira vez, pela segunda, na terceira preferiu fechá-los. Estava confuso, sabia que...
Viver, fazer, morrer – desfazer

Viver, fazer, morrer – desfazer

Quem presta atenção na maneira como mudamos nossa relação com o tempo nas últimas décadas deve ter percebido outro fenômeno. Com a aceleração exponencial com que estamos mergulhando no oceano tecnológico, nossa tolerância e paciência com coisas (antes) banais está...
Criatividade é um trabalho coletivo?

Criatividade é um trabalho coletivo?

É POSSÍVEL PARA A MULTIDÃO CRIAR ALGO DE QUALIDADE?   A multidão de dados e de participantes já é realidade. Com novas tecnologias de inter-conexão e redes de informação, crescem as possibilidades para o uso dessa multidão como fonte de multidados. O termo...
Apenas começamos a alimentar nossa realidade

Apenas começamos a alimentar nossa realidade

VIVEMOS EM UM PROGRAMA DE COMPUTADOR? SE NÃO, QUANTO TEMPO ATÉ ISSO SE TORNAR REALIDADE?   Há alguns milhares de anos, o ser humano começou a moldar o ambiente e fazer uso de objetos para ganhar vantagem evolutiva. Chamamos isso de tecnologia. Os objetos e processos...
Design da Paranóia: as imagens do coletivo

Design da Paranóia: as imagens do coletivo

No século XVI, Giordano Bruno ampliou a teoria de Nicolau Copérnico de que a Terra não era o centro do universo, como pregava a Igreja Católica. Essa era uma mudança tão grande de paradigma que séculos se passaram até que suas ideias fossem, finalmente, aceitas. Foram...
Existe algo além da cortina de dados

Existe algo além da cortina de dados

VER MAIS DO QUE SALTA AOS OLHOS VAI SER O PRÓXIMO DESAFIO DA ERA DA INFORMAÇÃO   Não é possível mensurar a importância da visualização de dados para a humanidade, mas dá pra dizer que foi enorme. A criação dos primeiros mapas e sistemas de ordenação de estoque...
Seremos coisas na internet das coisas?

Seremos coisas na internet das coisas?

ATÉ ONDE OS MILHARES DE SENSORES PODEM NOS DIZER O QUE REALMENTE IMPORTA? Geladeiras, mesas, quadros, aparelhos de som conectados. Isso sem falar de objetos em linhas de produção, despósitos, estradas e uma infinidade de outras possibilidades. Anunciada como tendência...
De quem é a ideia?

De quem é a ideia?

NINGUÉM CONSEGUE TER, AINDA, A DIMENSÃO DA INTELIGÊNCIA DAS MULTIDÕES.   Os meios de produção em massa de conhecimento começam a atingir o usuário médio de internet. O tempo necessário para aprender a produzir e compartilhar informação é muito menor hoje que há poucos...