Economia bastarda (Parte II)

Economia bastarda (Parte II)

(Leia primeiro a Parte I) Que fazer, já que estamos esgotando todos os recursos (sem trocadilhos)? É importante dizer que o novo paradigma não virá através de uma intervenção como a que fez, por exemplo, Richard Nixon na década de 1970, quando desvinculou o dólar do...
Economia bastarda (Parte I)

Economia bastarda (Parte I)

Há algo muito estranho acontecendo com a economia atual. À parte o fato de que essa frase pode ter sido dita em qualquer momento da história dos últimos séculos, dessa vez parece que realmente há algo estranho. Pessoas aglomeram-se em quadros de instabilidade política...
Educar ou aprender?

Educar ou aprender?

QUESTIONAR A EDUCAÇÃO É QUESTIONAR A SI MESMO   Na trilha dos novos questionamentos sobre a educação, documentários e artigos, muitos deles independentes, têm levantado o sinal de alerta no Brasil. Ainda que tardiamente, esses questionadores foram incitados por...
Designers projetam para o que não importa

Designers projetam para o que não importa

DESIGN É A CAPACIDADE DE MODIFICAR OS AMBIENTES PARA SATISFAZER NECESSIDADES E CRIAR SIGNIFICADO John Haskins   Se essa definição do design estiver próxima da correta, então estivemos fazendo um péssimo trabalho nos últimos 100 anos, pelo menos. Em todos os aspectos....
Criar é muito simples

Criar é muito simples

O ATO DE CRIAR NÃO É NECESSARIAMENTE O DE FAZER ALGO INÉDITO. A criatividade é um assunto paradoxal. Muito se fala sobre a inovação e o novo, mas também sobre como as melhores ideias nascem do óbvio e “por quê ninguém pensou nisso antes?”.   Ser criativo é uma...
Paranóia do autoconsumo

Paranóia do autoconsumo

ENTRAMOS NESSE CICLO PERDIDO EM PETABYTES DE DADOS, CONSUMINDO A NÓS MESMOS EM FORMA DE PEDAÇOS DE AUTOAFIRMAÇÃO EM QUE NOSSOS AMIGOS DÃO UM “LIKE”. A paranóia surge como uma parasita de muitas bocas. Mas duas são bem visíveis e são, também, dois terminais da rede...