Economia bastarda (Parte II)

Economia bastarda (Parte II)

(Leia primeiro a Parte I) Que fazer, já que estamos esgotando todos os recursos (sem trocadilhos)? É importante dizer que o novo paradigma não virá através de uma intervenção como a que fez, por exemplo, Richard Nixon na década de 1970, quando desvinculou o dólar do...
Economia bastarda (Parte I)

Economia bastarda (Parte I)

Há algo muito estranho acontecendo com a economia atual. À parte o fato de que essa frase pode ter sido dita em qualquer momento da história dos últimos séculos, dessa vez parece que realmente há algo estranho. Pessoas aglomeram-se em quadros de instabilidade política...
Rarefeito

Rarefeito

Annalium Novi é uma experiência de narrativa em forma de ficção sobre o novo onde histórias trazem as perspectivas e as transformações que algo novo provoca.   Abriu os olhos pela primeira vez, pela segunda, na terceira preferiu fechá-los. Estava confuso, sabia...
Contar uma história muda com a história

Contar uma história muda com a história

AS NARRATIVAS DÃO SENTIDO ÀS NOSSAS VIDAS   Um homem do neolítico, esbaforido, pula pedras e arbustos com grande agilidade. Entre folhas e pedregulhos, foge de uma besta imensa, quase dez vezes maior que ele. Quando se esconde em uma rocha elevada, avalia sua...
Design da Paranóia: as imagens do coletivo

Design da Paranóia: as imagens do coletivo

No século XVI, Giordano Bruno ampliou a teoria de Nicolau Copérnico de que a Terra não era o centro do universo, como pregava a Igreja Católica. Essa era uma mudança tão grande de paradigma que séculos se passaram até que suas ideias fossem, finalmente, aceitas. Foram...
Por que gostamos tanto de listas?

Por que gostamos tanto de listas?

EM VEZ DE PROCURAR INFORMAÇÃO, PROCURAMOS OPINIÃO   Muita gente, informação, ruído, produto, propaganda, novidade. Não é à toa que ultimamente vemos listas de tudo. A ansiedade de filtrar, o alívio de estar seguro com uma informação mastigada e organizada. Esse é...
Seremos coisas na internet das coisas?

Seremos coisas na internet das coisas?

ATÉ ONDE OS MILHARES DE SENSORES PODEM NOS DIZER O QUE REALMENTE IMPORTA? Geladeiras, mesas, quadros, aparelhos de som conectados. Isso sem falar de objetos em linhas de produção, despósitos, estradas e uma infinidade de outras possibilidades. Anunciada como tendência...
CityZEN

CityZEN

UMA CIDADE MELHOR É POSSÍVEL Essa ideia de 2011 participou de uma edição do Google Sandbox (2012), por isso existem sugestões de ferramentas Google, mas qualquer ferramenta disponível pode ser usada para os mesmos fins. #Alguns sites parecidos já usam a multidão para...
As algemas inteligentes da mobilidade

As algemas inteligentes da mobilidade

DEPENDEMOS DOS OBJETOS QUE INVENTAMOS PARA DEPENDER DE NÓS   Os instrumentos necessários para estarmos sempre conectados e alimentando nosso status na coletividade são muitos. Em termos de tecnologia, eles existem há milênios e servem muitas vezes também como...