Homem

O dia é melancólico a tarde lenta a noite cai Suas luzes cada uma roubada por telhados vasos varandas aviões e tiros em louça piscam me trazem um sussurro um murmúrio um sopro onde é o corpo do meu chiado Me diz ensurdecedoramente que a noite cai Cai o homem