Mundos

Data
May 2, 2014 10:23 AM (GMT)
Categoria
poesia
Autor
Rodrigo Franco

Desde que o mundo é mundo houve eras mas não estavam lá Olhando pra elas, indivisíveis, vejo-te como as pedras que não se desfazem mas pertencem Meu mundo é torto como o teu Desde que o mundo é mundo nossas poeiras se beijam Tortos, nossos mundos colidem Têm-se