Centuriões

Data
Oct 4, 2009 5:27 PM (GMT)
Categoria
poesia
Autor
Rodrigo Franco

Os centuriões escorrem pela grama e trazem espólios Houve uma época em que pasto ardia Falam uns aos outros, cantam Houve dias de cinza e chumbo estátuas, líderes, escudos, mártires Mas o que trazem, vê-se ao longe, não é nada disso não é mais que um obelisco vandalizado Opróbrio onde medalhas e veneras pendem como chicletes Na praça redonda será colocado para em dias de feriado, em meio ao carnaval, sangrar