Rebentação

Filha: és cria do sol e a terra úmida te serviu alento De fato teves os arrepios de gramados verdes e uma procissão de formigas incrédulas honrou teu rebentar flauteado aos cantos pelo ar de tua graça e de tua afirmação Mas preste atenção ao fogo de tua raiz macia pois este é a paz de teu espírito; dele renascerás linda, para mim, em intervalos de incontáveis contos Esse é o fogo do meu amor Essa é a vaga de meu oceano, por vir É o que deixo para ti, para que a mim me deixe ir