Tiro

Data
May 11, 2020 10:44 PM (GMT)
Categoria
poesia
Autor
Rodrigo Franco

Quanto se mede a luz? Quanto se mede a nós? Muito ao ir, pouco a vir muito, muito Estalo a língua na ponta do dedo e um tiro visita meu oco: De fora a fora resta pouco Tiro um, não resta nada