Suspensão

Toda mata é sagrada ao lobo E onde quero chegar através da trama de minha bandeira das delicadas fresas do tempo dos dedos do sol seletivo que sopra pequenas faíscas de suspensão Panos quentes, pés Folhas roxas, lábios e eternamente Silêncio Onde quero chegar não importa