Fenda

Que te joga no chão entre paralelepípedos (na verdade pedregos) Passa por cima Nem de olhos úmidos Nem da vontade Do vômito das lacrimais (serviçais da cozinha da alma) e da calma que já se senta lícita comportada e como coça a garganta esse colar de dívidas