Planeta

Data
Aug 5, 2009 10:46 PM (GMT)
Categoria
poesia
Autor
Rodrigo Franco

Revive sim o vermelho raso como a pedra na praia Apregoa em riste sua lâmina cravado no último dos planetas Porém rasgando o escuro não me atinge vasto sou casto destas circunstâncias Aqui estou no planeta pequeno findo onde colhendo figuras em folhas de galho seco porque mereço o imposto porque criei o agravo porque mordi o desgosto postei o futuro e mudei de endereço